Provas da reencarnação: Existe? Há provas científicas?

Para muita gente, as provas da reencarnação são necessárias para que possam crer no fenômeno.

Quem desconhece os princípios da doutrina espírita pode ter certa dificuldade em acreditar na pluralidade das existências.

Mas a verdade é que os múltiplos renascimentos são uma realidade e há muitas provas disponíveis para quem se dispõe a estudar o assunto em profundidade.

Quer descobrir quais são elas?

É só continuar lendo o artigo.

Provas da reencarnação: compreensão sob a ótica do Espiritismo

A reencarnação é um dos princípios básicos do Espiritismo.

Para os adeptos da doutrina, não há dúvidas de que ela é real.

Há, na verdade, provas contundentes que sustentam a pluralidade das existências.

Muitas delas, inclusive, estudadas por importantes pesquisadores espíritas e não espíritas que seriamente expuseram seus estudos e as conclusões, atestando a veracidade através de fatos concretos.

No Brasil, o nome de destaque é o Dr. Hernani Guimarães, falecido em 2003.

Alguns dos casos estudados por ele estão descritos no livro Reencarnação no Brasil.

Outro ilustre pesquisador do fenômeno foi o Dr. Ian Stevenson, desencarnado em 2007.

Stevenson era professor de psiquiatria na Universidade da Virgínia, nos Estados Unidos.

Ele analisou diversos casos que foram relatados no livro Cases of the Reincarnation.

Ainda que pesquisadores como Dr. Guimarães e Dr. Stevenson comprovem a sobrevivência da alma e o retorno dela em novos corpos, é importante salientar que a ciência materialista não é unânime, porém a física quântica já aceita seus postulados.

Afinal, o que é reencarnação?

Para não haver nenhuma dúvida em relação ao tema deste artigo, vamos à definição de reencarnação.

Bem, reencarnação é a volta do espírito em um novo corpo.

Ou seja, após a morte da matéria, o espírito retorna para o plano espiritual e, depois de um determinado tempo, retorna à carne novamente para continuar o seu processo de evolução no mundo físico.

A reencarnação é mais do que uma necessidade, é uma experiência extraordinária proporcionada ao espírito para seu progresso.

Nós podemos reencarnar várias vezes e em mundos espirituais distintos, de acordo com o nosso grau de adiantamento adquirido.

Para saber mais sobre reencarnação, confira este artigo completo que preparamos sobre o tema.

Provas da reencarnação

Nas obras fundamentais de Kardec sobre a doutrina espírita, os espíritos superiores nos fornecem ensinamentos valiosos sobre a reencarnação.

As informações, por si só, já indicam a existência do fenômeno.

Ainda assim, é possível provar que a reencarnação existe por diferentes argumentações.

Além das pesquisas feitas por estudiosos, qualquer indivíduo é capaz de experienciar as variadas provas da reencarnação.

Veja a seguir quais são:

1. Lembranças das existências passadas

As lembranças de vidas passadas podem ser espontâneas ou provocadas.

Quando naturais, costumam aparecer em nossa tela mental como flashes e, sobretudo, ocorrem com maior frequência durante o sono, e essas lembranças são trazidas para o nosso consciente provocando as mais variadas reações.

As provocadas, por sua vez, são induzidas com a ajuda de especialistas e profissionais qualificados para tal, que, normalmente, são utilizadas para fins terapêuticos.

As lembranças, sejam elas de qualquer tipo, podem ser superficiais ou trazer detalhes.

É importante saber ainda que elas podem despertar emoções difíceis de lidar.

Emmanuel, no livro O Consolador (questão 370), de Chico Xavier, expõe sobre uma visão oportuna sobre o conhecimento das vidas passadas:

“O conhecimento do pretérito, através das revelações ou das lembranças, chega sempre que a criatura se faz credora de um benefício como esse, o qual se faz acompanhar, por sua vez, de responsabilidades muito grandes no plano do conhecimento.”

2. Qualidades inatas

Muitas pessoas nascem com talentos incríveis.

Costumamos dizer que essas habilidades são impossíveis de serem conseguidas por uma pessoa normal ou desenvolvidas tão rapidamente que parecem terem sido milagrosamente dada à umas poucas pessoas.

Mas, na verdade, elas são bagagens do espírito.

Ou seja, as aptidões inatas representam provas de existências anteriores, ou seja, da reencarnação.

Elas sugerem que o espírito desenvolveu as habilidades em outra oportunidade, como afirma Allan Kardec, em O Evangelho Segundo o Espiritismo (Cap. 3, item 13):

“As qualidades inatas que as pessoas trazem consigo constituem a prova de que já viveram e realizaram certo progresso.”

3. Provas da reencarnação na bíblia

Algumas passagens bíblicas, mesmo com seu texto bastante adulterado ao longo de suas inúmeras traduções, sugerem provas da reencarnação, como quando Nicodemos perguntou a Jesus se um homem pode voltar ao ventre materno e nascer pela segunda vez.

Jesus, então, lhe respondeu:

“Em verdade, em verdade te digo: quem não nascer da água e do Espírito não pode entrar no reino de Deus. O que é nascido da carne é carne; e o que é nascido do Espírito é espírito.” – João 3:5-6.

Outra prova pode ser vista no Evangelho segundo Mateus (17:10-13), quando os discípulos perguntaram a Jesus sobre a necessidade de Elias vir primeiro.

E Jesus disse:

“De fato, Elias virá e restaurará todas as coisas. Eu, porém, vos declaro que Elias já veio, e não o reconheceram; antes, fizeram com ele tudo quanto quiseram. Assim também o Filho do Homem há de padecer nas mãos deles. Então, os discípulos entenderam que lhes falara a respeito de João Batista”.

Há ainda a epístola de Paulo (Coríntios 15:32), cujo trecho diz: “Se, como homem, lutei em Éfeso com feras, que me aproveita isso? Se os mortos não ressuscitam, comamos e bebamos, que amanhã morreremos”.

4. Comunicações mediúnicas

A mediunidade é uma faculdade inerente a todos os seres humanos em maior ou menor grau.

A mediunidade existe em todos nós, mas nem todos a têm de maneira ostensiva e se traduz por efeitos patentes, de certa intensidade, o que então depende de uma organização física-espiritual mais ou menos sensitiva. (O livro dos Médiuns, Cap. XVI – item 159).

O fato é que as comunicações mediúnicas são reais.

Allan Kardec, quando codificou a doutrina espírita, recebeu as informações dos espíritos através dos médiuns.

O nosso querido irmão Chico Xavier psicografou mais de 450 livros e milhares de cartas.

Divaldo Franco e outros tantos médiuns continuam transmitindo valiosos ensinamentos vindos do mundo espiritual.

E existem milhões de Espíritas no mundo, reunidos em milhares de Centros Espíritas exercendo sua mediunidade e comprovando a comunicabilidade dos espíritos.

Não há como negar.

5. Nos fenômenos das experiências de quase morte

Os relatos de experiências de quase morte costumam trazer detalhes sobre o outro plano.

Recentemente, a Netflix incluiu em seu catálogo uma série intitulada “Vida após a morte”.

Logo no primeiro episódio, é possível acompanhar as histórias reais de pessoas que quase morreram e tiveram visões que comprovam a existência do mundo espiritual.

As provas da reencarnação no Livro dos Espíritos, de Allan Kardec

Allan Kardec foi quem forneceu valiosos ensinamentos sobre a continuidade da vida e o retorno ao mundo físico.

Em O Livro dos Espíritos, No capítulo IV – Da pluralidade das existências, o codificador da doutrina espírita faz diversas perguntas aos espíritos que provam a reencarnação, como esta:

  • Pergunta 166: “Como pode a alma, que não alcançou a perfeição durante a vida corpórea, acabar de depurar-se?
    R: “Sofrendo a prova de uma nova existência.”
  • Pergunta 166 b) “A alma passa então por muitas existências corporais?”
    R: “Sim, todos contamos muitas existências. Os que dizem o contrário pretendem manter-vos na ignorância em que eles próprios se encontram. Esse é o desejo deles”.

Vídeo sobre as provas da reencarnação com Divaldo Franco

Divaldo Franco, um dos maiores médiuns do Brasil, também aborda o tema da reencarnação em suas palestras.

Em uma delas, ele compartilha provas científicas da reencarnação.

Assista ao vídeo no YouTube:

Livros sobre reencarnação

Para se aprofundar ainda mais no assunto, vale a pena conhecer obras fundamentais da bibliografia espírita que abordam a reencarnação.

Entre elas:

1. Livro dos Espíritos, Allan Kardec

O Livro dos Espíritos é a primeira das cinco obras fundamentais da doutrina espírita.

Nela, Allan Kardec faz diversos questionamentos para os espíritos superiores.

A reencarnação está entre eles.

Os capítulos IV, V, VI e VII respondem às grandes dúvidas da humanidade sobre o tema.

2. Evangelho Segundo o Espiritismo, Allan Kardec

O Evangelho Segundo o Espiritismo é mais uma das obras básicas do Espiritismo.

Baseada nas instruções dos espíritos superiores, o livro explica a moral do Cristo e, assim, reflete o código divino.

Especialmente no capítulo IV, intitulado “Ninguém poderá ver o Reino de Deus se não nascer de novo”, Kardec aborda aspectos importantes relacionados à reencarnação.

3. Ação e Reação, Chico Xavier

Nesta obra psicografada por Chico Xavier, André Luiz fala sobre a lei de causa e efeito.

Ele relata as consequências dos nossos atos para o espírito e como eles refletem na próxima reencarnação.

Em Ação e Reação, André Luiz também descreve as condições nos planos inferiores, com base na sua experiência de atendimento aos espíritos sofredores recém chegados ao mundo espiritual, sofrendo as dores resultantes do mau uso de seu livre-arbítrio em reencarnação pretérita .

O inegável amor de Deus e o seu alcance infinito também é retratado na obra.

4. O Céu e o Inferno, Allan Kardec

O Céu e o Inferno também pertence à codificação espírita de Allan Kardec.

A obra aborda, principalmente, a lei de causa e efeito.

No livro, Kardec explica que os destinos do espírito após o desencarne são estados de consciência.

Ele também aborda a reencarnação e esclarece que a pluralidade das existências pode se dar na Terra ou em outros mundos.

Conclusão

Como vimos neste artigo, há diversos indícios que validam a reencarnação.

Infelizmente, mesmo diante de todas as provas da pluralidade das existências, ainda há irmãos que insistem em negá-la.

Crer na reencarnação nos ajuda a aproveitar ao máximo a atual encarnação e a lidar positivamente com os acontecimentos.

Afinal, se estamos na Terra novamente é porque precisamos corrigir nossas imperfeições, e esse adiantamento espiritual só é possível pelas provas e expiações a que somos submetidos em um novo corpo.

Portanto, temos que agradecer à oportunidade de evoluir.

E, ainda que não tenhamos consciência dos fardos que carregamos de outras vidas, há como reparar as falhas e fazer progresso.

Basta andar no caminho do amor, seguindo a moral do Evangelho.

Gostou deste conteúdo sobre as provas da reencarnação? Então, aproveite o espaço ao final do texto para escrever o seu comentário.

Tem outro tema que gostaria de ver por aqui? Faça uma sugestão de assunto para a nossa equipe pelo formulário de contato.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *