Passe Espírita: como fazer, principais benefícios e dúvidas frequentes

Passe espírita

Você já ouviu falar em passe espírita? Saiba o que é, para que serve, como funciona e quais são os benefícios.

Passe espírita: o que é?

o que é Passe espírita

O que é passe espírita?

O passe espírita é uma transfusão de energias, onde o indivíduo que se dispõe a aplicar o passe, por ação da vontade própria busca doar, movimentando pensamentos favoráveis, sentimentos próprios de bem estar, de renovação física, psíquica e emocional, direcionado àquele que necessita de energias renovadas.

Leia também: Espiritismo: o que é, história, fundamentos e principais obras

Para que serve o passe espírita?

Para que serve o passe espírita?

Imagem: Passe simples sendo aplicado pelo grupo mediúnico (Foto: Isabela Ribeiro/ G1)

O passe espírita serve de elemento auxiliador no refazimento da saúde física, psíquica e emocional. Muitas vezes nos encontramos afetados por ocorrências do quotidiano, por eventos de vida, que nos abalam o equilíbrio emocional e até mesmo abalam a saúde, fazendo com que busquemos auxílio para vencer os obstáculos que se nos apresentam desafiadores.

O passe é auxiliador, não é, porém, solucionador de nossos problemas, pois cada um de nós defronta-se com as situações a que fazemos jus, segundo a Lei de Causa e Efeito.

Através do passe, temos a possibilidade da renovação emocional, do reabastecimento para enfrentar os desafios e operar as mudanças em nossos pensamentos e ações, que nos irão auxiliar na conquista de um novo estado psíquico-emocional, pois a vida somente muda, quando mudamos nossa conduta.

Leia também: Propósito de vida: Como definir o seu propósito? Exercícios e Inspirações

Principais benefícios do passe espírita

Passe espírita benefícios

Recebendo as energias renovadas, através do passe, passamos a contar com novas possibilidades, que antes do benefício do passe, não contávamos, pois em razão das dificuldades/desafios enfrentados, acabamos cedendo ao desânimo, ao desamor, deixando-nos, não raro, arrastar-mo-nos para a depressão.

Através do recurso do passe, recebemos estas energias, e possíveis companhias espirituais, que antes afetavam diretamente nossa economia mental, agora são afastadas do nosso psiquismo, pelos benfeitores espirituais que atuam junto às sociedades espíritas, permitindo um refrigério, para que o paciente possa reformular seus pensamentos e redirecionar suas ações.

Na busca por novas conquistas que o direcionam ao bem-estar, a serenidade e à paz.

Leia também: Reencarnação existe? O que é, o que diz a Bíblia, para que serve?

Como funciona o passe espírita?

Como funciona o passe espírita?

Imagem: Aplicação do passe simples pelo grupo mediúnico (Foto: Isabela Ribeiro/ G1)

O passe espírita ocorre com a interferência de um médium passista, um indivíduo com conhecimento profundo dos conceitos básicos da Doutrina Espírita, habilitado através de cursos, seminários, pesquisas e que se pré-dispõe a auxiliar, doando-se neste trabalho anônimo, de amor, que é o passe.

Não existe contato físico durante o passe, é apenas a imposição das mãos, próximas ao paciente, que vai perpassando pelo corpo do paciente, da cabeça aos pés deste, focando nos centros de forças, ou chacras, que são os fulcros energéticos que toda criatura humana possui.

A saber o centro coronário, o cerebral ou frontal, o laríngeo, o cardíaco, o esplênico, o gástrico e o genésico. O médium passista é o intermediário entre os benfeitores espirituais e o paciente, colocando-se ao serviço do bem, doando a sua quota de amor com o desejo sincero de auxiliar.

Leia também: Allan Kardec: Biografia e Informações Confiáveis de Fontes Oficiais

O passe nas reuniões mediúnicas

Durante as atividades mediúnicas, pode ser utilizado o recurso do passe, não de forma corriqueira, mecânica ou repetitiva, mas em casos específicos, que podem ser identificados pelos dialogadores das reuniões.

Em momentos em que ocorre a comunicação pela psicofonia, e o comunicante demonstra alta carga de ódio, ou de sofrimento, de perturbação, onde o diálogo fica impraticável, neste momento, antes de iniciar uma prece sincera, que muito irá auxiliar, o trabalhador poderá aplicar o passe, com pensamentos que visam acalmar, onde o direcionamento mental do atendente será no sentido de atenuar aquele estado, buscando amenizar aquele estado perturbador, para que o diálogo se torne possível.

Leia também: Mediunidade: Tipos, Exemplos, Como Desenvolver e Livros Confiáveis 

O passe à distância

No caso do passe à distância, também conhecida esta prática como irradiação, pois irradia-se pensamentos de auxílio, de renovação, de paz e bom ânimo à quem se pretenda auxiliar, quando o paciente não pode se fazer presente por qualquer razão.

Nestes casos é sempre importante que este auxílio à distância conte com a presença e a participação de alguém próximo a quem se pretenda auxiliar. Pois um desconhecido do necessitado, não teria quase nenhum vínculo com o paciente, já sendo alguém da relação deste, há uma legitimidade no pedido, na busca pela intercessão a quem se deseja auxiliar.

Leia também: Evangelho no Lar: Como fazer Evangelho no Lar (passo a passo)

Dúvidas frequentes sobre o passe espírita

Dúvidas frequentes sobre o passe espírita

Todas as pessoas podem aplicar passe espírita?

O mecanismo do passe, exige estudo, conhecimento e muita dedicação para quem pretenda praticá-lo, pois para doar é necessário possuir.

O conhecimento obtido no estudo da codificação kardequiana, irá auxiliar ao futuro passista conhecer-se melhor, saber que em dado momento ele vai estar necessitado de receber um passe e sem condições mínimas de aplicar, de doar o passe a outrem. Afinal todos estamos sujeitos às injunções do quotidiano, que por vezes nos afeta, abatendo-nos, levando ao desequilíbrio.

Leia também: Palestras Espíritas: sobre Jesus, Reencarnação, Mediunidade e a Doutrina

E todas as pessoas podem receber o passe?

Todas as pessoas podem receber o passe, que é o amor em movimento, e todos somos credores do auxílio, que deve ser dispensado gratuitamente e com amor, pois devemos doar o que de graça recebemos, como nos ensinou Jesus, modelo e guia da humanidade.

Quais são os efeitos do passe espírita?

Ao fazer uso da terapêutica do passe, o paciente passa, na grande maioria dos casos, a demonstrar consistente melhora em seu estado geral. Pois passa a receber energias renovadas, que o irão recompor, dando-lhe ânimo, perseverança, auxiliando para que ele se dê conta que necessita reagir, buscar o concurso da oração e concomitantemente, possíveis companhias espirituais, que antes se compraziam em perturbar-lhe a paz, em causar-lhe aborrecimentos.
Estes são desligados, a sintonia é interrompida pelos benfeitores espirituais, permitindo-lhe organizar os pensamentos, habilitando-se a modificar a conduta, que antes gerou a sintonia, a afinidade com estes irmãos nossos, fora do corpo físico, que, equivocados, ainda se comprazem na desforra, no ódio ou na vingança.

Leia também: Perdão faz bem! Mas, como perdoar? Histórias Reais e o Perdão na Bíblia

Qual o lugar ideal para o passe?

O ideal é que se busque o concurso do passe nas sociedades espíritas, pois estes núcleos de estudos, de orações e da caridade contam com grande proteção dos benfeitores espirituais.

Equipes espirituais existem, responsáveis por cada setor de uma sociedade espírita, organizados. Os amigos espirituais não improvisam, tudo é preparado com antecedência, o mesmo ocorrendo no momento do passe.

Os recursos no além, são imensamente maiores, uma vez que o mundo físico é uma cópia muito imperfeita do mundo espiritual.

Vídeos sobre passe espírita

Divaldo Franco demonstra como fazer o passe:

 

Para que serve o passe espiritual:

Sugestão de estudos e livros sobre passe espírita

Para aprofundar conhecimentos acerca do passe, podemos nos valer da obra básica da codificação A Genese (Allan Kardec) no seu capítulo 14, que trata ampla e profundamente dos fluidos, assim como a obra denominada O Passe, escrita por Jacob Melo.

Conclusão

Concluímos estas modestas anotações, afirmando por nossa experiência na abençoada seara espírita, quão benéfico é o trabalho dedicado ao bem.

Vale a pena a dedicação, o preparo para atuarmos através do passe, pois todos temos algo de bom que podemos e devemos buscar ampliar para servirmos na seara do Cristo.

O verdadeiro sentido da vida, para nós, é amar, amar e servir.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *