Evangelho no Lar: Como fazer Evangelho no Lar (passo a passo)

Olá amigo do conteúdo espírita, como é bom falar sobre Evangelho no Lar! Repetindo a introdução orientada por Jesus em Lucas 10:5: “Paz seja para esta casa!”. Abram seus corações e sua mente pois nesse texto vamos falar sobre Evangelho no Lar, uma prática simples que brinda muitos benefícios para quem o pratica. Todos anelamos trazer harmonia às nossas vidas, procurando maior compreensão entre todos os membros que conformam nosso lar.

Nesse sentido, o Evangelho no Lar, possibilita aquele espaço de reflexão, diálogo e entendimento mútuo, ajuda aos membros de cada família a preparar-se espiritualmente para a vida familiar, lembrando-nos que nossa vida não é somente material, a maior parte do que vivemos é espiritual porque é experimentado no nosso mundo interior.

Existem muitas vantagens em fazer o Evangelho no lar, mesmas que desenvolveremos ao longo deste texto.

O que é o Evangelho no Lar?

O Evangelho no Lar é uma reunião junto com a família e/ou amigos, feita com muita simpleza, onde principalmente utiliza-se o Evangelho Segundo o Espiritismo aberto ao acaso para ler o texto e refletir sobre aquilo que se tem lido perante o cotidiano das vidas das pessoas naquela reunião caseira e também perante o que elas têm na consciência.

Cada um dos concorrentes emite seu ponto de vista refletindo sobre os valores morais e a mensagem que entendeu durante a leitura.

Existe uma conhecida expressão “família que ora unida, permanece unida”, portanto manter momentos em família onde educamos nossa alma é muito importante para implantar a paz interior.

Não existe maior presente para compartilhar com família e amigos que os momentos de espiritualidade, nossos ideais são o que verdadeiramente somos.

Realizar o culto do Evangelho no Lar é muito simples e os benefícios são múltiplos, somente precisamos determinar uma hora e um dia para poder praticá-lo, para renovar as forças e o amor em nossos lares.

Devemos lembrar que nossos pensamentos focados nos problemas cotidianos criam ideoplastias que muitas vezes contaminam o ambiente onde moramos, os conflitos internos, os anelos e desafios são externalizados para a nossa família. Daí, mais uma razão para realizar o Evangelho no seu lar…

Leia também: Espiritismo: o que é, história, fundamentos e principais obras

 

Para que serve o Evangelho no Lar?

O Evangelho no Lar tem como propósito manter as famílias unidas através do estudo do Evangelho segundo o Espiritismo, reconectando-nos com os valores do Cristo, aprimorando os laços familiares, entendendo que todos somos Espíritos em estado de evolução.

O Evangelho no Lar nos lembra a importância da convivência em família, que hoje em dia é muitas vezes escassa, e faz lembrar que não somos só um corpo, também somos alma.

No momento que investimos tempo fazendo o Evangelho no Lar, encontraremos os benefícios de trazer para nossa família e nós mesmos à tranquilidade e harmonia que hoje tanto se precisa.

O Evangelho no Lar serve para:

  • Reunir a família em nome dos ensinamentos do Cristo.
  • Refletir sobre os ensinamentos de Jesus na nossa vida prática.
  • Ajudar a sintonizar com bons espíritos para harmonizar o lar.
  • Relembrar o compromisso espiritual e esforço para praticá-lo.
  • Agradecer as dádivas que recebemos de Deus, cada um à sua maneira.
  • Entre outros…

Leia também: Reencarnação existe? O que é, o que diz a Bíblia, para que serve?

Qual a origem do Evangelho no Lar?

O Evangelho no Lar, tem origem no estudo do Espiritismo já que os primeiros núcleos Espíritas eram e são os próprios lares das pessoas que juntos crescem em um ideal. Além disso, a leitura reflexiva faz parte da própria cultura do Espiritismo.

Mas o Evangelho no Lar é também uma prática dos primeiros Cristãos que se reuniam para elevar os pensamentos e refletir nos profundos ensinos do Mestre Jesus.

“A família que ora unida, permanece unida” aquela frase motivaria o início do Evangelho no Lar como uma prática sadia para toda família de sangue ou não, para sua transformação moral e crescimento espiritual.

Durante sua peregrinação de bem-aventuranças na Terra, o próprio Jesus Cristo visitou muitas casas, pregando a boa nova da Lei do Amor para aquelas famílias que o recebiam. Nesses momentos de pregação e oração, pode-se ponderar que haviam múltiplas dificuldades e dúvidas cotidianas que eram motivo de reflexão e esclarecimento pela palavra incomparável do Mestre.

Portanto, poderíamos dizer que o Evangelho no Lar é antigo, começou com Jesus e é uma prática atual porque todos estamos ligados por laços de amor.

Leia também: Passe Espírita: O Que É, Principais Benefícios e Dúvidas Frequentes

 

Evangelho no Lar, Culto no lar - Jesus Conversando com discípulos - Conteudo Espírita

 

Fundamentação doutrinária da prática do Evangelho no Lar

A doutrina Espírita sempre procura o entendimento de todos seus postulados através da reflexão e experiência.

A base filosófica está no “O Livro dos Espíritos”, mas a prática ética moral está contida no Evangelho segundo o Espiritismo, utilizando-se das parábolas como forma de ensino fundamental entregado pelo Espírito mais evoluído que há visitado este plano terreno: Jesus.

Em “O Livro dos Espíritos”, Questão 659, Allan Kardec pergunta aos Espíritos: Qual o caráter geral da prece?
A resposta é a seguinte: “A prece é um ato de adoração a Deus. Orar a Deus é pensar Nele; é aproximar-se Dele; é pôr-se em comunicação com Ele. Pela prece podemos fazer três coisas: louvar, pedir, agradecer.”

Então, se sua família se aproxima de Deus e se coloca em comunicação com ele através da prece e do estudo dos ensinamentos de Jesus, é razoável pensar que você e sua família elevarão o nível vibratório dos seus pensamentos e conseguirão um pouco mais de harmonia.

Além disso, no “O Evangelho segundo o Espiritismo”, no Capítulo XXVII, intitulado como “Pedi e obtereis”, Allan Kardec auxiliado pelos Espíritos, recolhe nos trechos bíblicos os ensinamentos de Jesus sobre a prece e como devemos orar, vejamos:

“1. Quando orardes, não vos assemelheis aos hipócritas, que, afetadamente, oram de pé nas sinagogas e nos cantos das ruas para serem vistos pelos homens. – Digo-vos, em verdade, que eles já receberam sua recompensa. – Quando quiserdes orar, entrai para o vosso quarto e, fechada a porta, orai a vosso Pai em secreto; e vosso Pai, que vê o que se passa em secreto, vos dará a recompensa. Não cuideis de pedir muito nas vossas preces, como fazem os pagãos, os quais imaginam que pela multiplicidade das palavras é que serão atendidos. Não vós torneis semelhantes a eles, porque vosso Pai sabe do que é que tendes necessidade, antes que lho peçais (S. MATEUS, 6:5 a 8.)”

Mas você pode estar se perguntando: se Jesus fala para “orar em secreto”, por que então orar em grupo? Vale esclarecer que o lar é um ambiente íntimo e é aceitável comparar com “o seu quarto de porta fechada” ou “em secreto”. Em outras palavras, explicam os Espíritos, que Jesus faz uma crítica às preces feitas por pessoas que querem “aparecer orando” e o fazem da boca para fora, para chamar a atenção. Por isso, o Evangelho no Lar está totalmente em alinhamento com essas palavras do Cristo pois o lar, os familiares e os amigos íntimos fazem parte desse ambiente íntimo e secreto de cada família.

Mas, orar o Evangelho no Lar não retira a necessidade ou a possibilidade de você fazer suas preces absolutamente sozinho, ok?

Então, seja prudente e tenha essa ideia ampla na hora de refletir sobre essas palavras.

Refletir sobre a Ética da vivência Crística permite-nos aproximar e encontrar caminhos em nossa vida diária para agir de forma coerente frente aos desafios que impõe a sociedade moderna.

Desde o início do Espiritismo, as pessoas reuniam-se para estudar e discutir sobre a imortalidade da alma e de como ser melhor para atingir a paz que todos anelamos ter.

Leia também: Perdão faz bem! Mas, como perdoar? 4 livros que te ajudarão

Importância do Evangelho no Lar para o indivíduo e a família

Em um mundo cada vez acelerado, donde a vida se transforma rapidamente, é importante ter momentos que sejam verdadeiros oásis que nos permitam aclarar os pensamentos e tranquilizar-nos; e o Evangelho no Lar é isto, um espaço em nosso tempo habitual onde podemos conectar-nos com a Divindade através de reflexão e prece, acalmando nossas ideias e pesares da vida individual.

O Evangelho no Lar junta a familiares e amigos com a mesma necessidade que todos temos, acalmar-nos por um instante para começar a ter contato com nosso mundo interior e com Jesus que habita em todos nós.

É importante fazer o Evangelho no Lar igual a fazer exercício ou beber água… Trabalhar para o nosso melhoramento pessoal e de nossa família traz calma e paz geral, além de ajudar-nos fisicamente.

Ainda no “Evangelho segundo o Espiritismo”, no Capítulo XXVII, intitulado como “Pedi e obtereis”, Kardec fala sobre a “Eficácia da prece”.

“Há quem conteste a eficácia da prece, com fundamento no princípio de que, conhecendo Deus as nossas necessidades, inútil se torna expor-lhas. E acrescentam os que assim pensam que, achando-se tudo no Universo encadeado por leis eternas, não podem as nossas súplicas mudar os decretos de Deus. Sem dúvida alguma há leis naturais e imutáveis que não podem ser ab-rogadas ao capricho de cada um; mas, daí a crer-se que todas as circunstâncias da vida estão submetidas à fatalidade, vai grande distância. Se assim fosse, nada mais seria o homem do que instrumento passivo, sem livre-arbítrio e sem iniciativa. Nessa hipótese, só lhe caberia curvar a cabeça ao jugo dos acontecimentos, sem cogitar de evitá-los; não devera ter procurado desviar o raio”.

 

“Deus não lhe outorgou a razão e a inteligência, para que ele as deixasse sem serventia; a vontade, para não querer; a atividade, para ficar inativo. Sendo livre o homem de agir num sentido ou noutro, seus atos lhe acarretam, e aos demais, consequências subordinadas ao que ele faz ou não. Há, pois, devidos à sua iniciativa, sucessos que forçosamente escapam à fatalidade e que não quebram a harmonia das leis universais, do mesmo modo que o avanço ou o atraso do ponteiro de um relógio não anula a lei do movimento sobre a qual se funda o mecanismo. Possível é, portanto, que Deus aceda a certos pedidos, sem perturbar a imutabilidade das leis que regem o conjunto, subordinada sempre essa anuência à sua vontade”.

Então, uma família que ora em conjunto, ajuda todos os seus membros a alinhar seu pensamento em torno de Jesus e favorece o proceder com harmonia e além disso, deixar o ambiente do lar em sintonia com a paz.

Leia também: Palestras Espíritas: sobre Jesus, Reencarnação, Mediunidade e a Doutrina

Orientações sobre o Evangelho no Lar

O Evangelho no Lar é uma prática muito simples, fácil de realizar, somente temos que considerar algumas coisas:

  1. Escolher uma hora especifica e um dia por semana onde a maioria dos membros da família possam participar do Evangelho no Lar.
  2. Ter o livro: O Evangelho segundo o Espiritismo ou qualquer outro livro espírita que ajude para as leituras e posteriores reflexões.
  3. Procurar que todos aqueles que participam do Evangelho no Lar possam dar seu ponto de vista da leitura que se compartilhou, já que todos os comentários são muito importantes.

Tenha muito cuidado em não monopolizar a palavra.

Se tiverem crianças participando do Evangelho no Lar, podem fazer uma prece inicial, emitir seus comentários também, é fundamental que as crianças tenham a mesma oportunidade de participação que os adultos têm.

Não prolongue muito o Evangelho no Lar, deve ser uma prática dinâmica, simples, instrutiva e por que não, divertida!

 

Frequência do estudo do Evangelho no Lar

A frequência para realizar o Evangelho no Lar é de, no mínimo, uma vez por semana. Caso seja do desejo da família, podem se reunir mais de uma vez por semana.

Mas lembre-se, a disciplina é muito importante e é um valor superior em nosso caráter. Estabelecer um dia da semana e um horário específico para poder realizar a atividade facilitará muito para não tomar outro compromisso e programar o tempo.

Por isso, comece com 1 (um) dia na semana. Se você e sua família sentirem vontade, façam mais vezes, mantendo a disciplina. É importante lembrar que o Evangelho no Lar devera-se realizar sempre o mesmo dia que se escolheu, sem mudar dia e hora.

Os mentores espirituais ao igual que nós, têm outras atividades para realizar e eles respeitam os horários. É assim que eles também respeitam dia e o horário para poder brindar apoio na atividade da sua família, ajudando com esclarecimentos intuitivos e fluidos benéficos para aqueles que estão participando.

Leia também: Propósito de vida: Como definir o seu propósito? Dicas e Inspirações

Qual é a duração do Evangelho no Lar?

O estudo do Evangelho no Lar pode durar de 40 a 50 minutos (aproximadamente). Às vezes, o tempo demasiado longo resulta monótono e cansativo… É muito melhor utilizar menos tempo e fazê-lo produtivo para que todos possam desfrutar da experiencia que brinda O Evangelho no Lar do que estender o tempo e não ser proveitoso.

Mas, caso seja necessário, para a sua família em algum momento, pode-se estender um pouco aquele estudo do Evangelho para louvar, agradecer e pedir em favor de alguma situação ou necessidade da família…

Note porém que, em algumas casas, os encontros em família costumam ser diferentes e muitas vezes, quando isso acontece para celebrar o Evangelho o assunto se desvia para questões fora do tema e isso causa atrasos e não cumprimento dos horários estipulados. Tome cuidado para evitar situações como essa.

Entenda também que os espíritos amigos que amparam os nossos lares também possuem outros compromissos e que, caso o desvio dos pensamentos e das vibrações da família devaneie demais por outros assuntos, os amigos espirituais encerram sua participação naquele dia e prosseguem nos seus outros deveres.

Leia também: Joanna de Ângelis: Reencarnações, Livros e Mensagens

Onde realizar o Evangelho no Lar?

O local mais recomendado para realizar o Evangelho no Lar, é principalmente em nossos lares, mas existem momentos onde temos que deslocarmos por uma viagem familiar ou por trabalho, nesses casos poderíamos fazê-lo em nosso quarto do hotel ou na residência na qual estamos hospedados.

Lembremo-nos que Jesus levou o Evangelho à todas partes, portanto o Evangelho no Lar pode ir conosco para onde quer que estejamos.

Esqueceu de fazer o Evangelho no Lar, e agora?

Não se preocupe, pode acontecer que você esqueceu de fazer o Evangelho no Lar daquela semana especialmente quando você estiver iniciando ou criando esse hábito. Tente colocar um alarme em seu celular com o título “Evangelho no Lar”, 15 minutos antes do horário marcado. Peça para os membros da sua família que irão participar desse momento que também coloquem os mesmos lembretes nos celulares.

Evangelho no Lar, Coloque um Alarme no celular para lembrar de fazer o Evangelho no Lar, Água Fluidificada, Espíritos Amigos da Família, Anjo da Guarda da Família, Culto no lar - Jesus Conversando com discípulos - Conteudo Espírita

Os bons Espíritos são disciplinados e se queremos que eles nos ajudem, deveremos começar a sintonizar com eles.

A melhor maneira é fazendo disciplinadamente o Evangelho no Lar no dia e horário escolhidos desde o início.

Leia também: Bezerra de Menezes: biografia, vida, desencarne, obra e histórias

Benefícios do Evangelho no Lar

A prática do Evangelho e muito fácil de realizar e os benefícios são múltiplos. Para citar alguns, destacamos:

  • O Evangelho no Lar fortalece e harmoniza a família.
  • O Evangelho no Lar forma disciplina, esta é uma virtude da espiritualidade superior.
  • Ao realizar o Evangelho no Lar, sentimos acalmar a mente e a paz interior é mais perceptível.
  • O Evangelho no Lar esclarece os desafios da existência atual.
  • Sintoniza com mentores espirituais.

Que acontece se moro sozinho, posso fazer o Evangelho no Lar?

Se mora sozinho não tem problema nenhum, a reflexão sempre será um recurso importante para fortalecer nosso Espírito, recarregar energias e abrir as janelas espirituais para que os bons mentores acudam ao nosso amparo e inspiração.

Portanto não perda a oportunidade de fazer o Evangelho e aproveitar os benefícios que isso traz à sua vida.

Leia também: Divaldo Franco: História, Filme, Prêmios, Curiosidades [OFICIAL]

As crianças podem participar do Evangelho no Lar?

As crianças podem e DEVEM participar na reunião para que fiquem beneficiadas dos esclarecimentos e fluidos envolvidos durante esse momento, além disso poderão emitir seus comentários que são tão valiosos quanto o comentário dos adultos para acrescentar o entendimento e estudo do Espiritismo.

O que fazer quando visitas aparecem na minha casa no dia e hora marcados para fazer o Evangelho no Lar?

Isso é muito comum. Quantas vezes você se propôs a realizar algo e na hora que vai fazê-lo aparece um detalhe que coloca em conflito a realização daquilo que você se propôs. No caso do Evangelho no lar, você assumiu um compromisso com a sua família, com os espíritos amigos e com o seu próprio crescimento espiritual. Por isso, você deve priorizar a realização do estudo do Evangelho no Lar, sobre todas as outras atividades.

Portanto, neste caso, o mais gentil e cortês a fazer é optar por convidar os visitantes a participar na reunião. Explique cuidadosa e carinhosamente que aquele momento, dia e hora, são dedicados pela sua família para a realização do Evangelho no Lar para estudar os ensinamentos do Jesus Cristo e que as visitas são bem vindas para participar daquele momento.

Perceba que talvez aquelas visitas foram conduzidas pelos bons espíritos para chegarem na sua casa, justamente no horário do culto do Evangelho de Jesus, quem sabe para que elas também tivessem a experiência dessa prática. Lembre-se que no livro “Estude e Viva”, ditado pelos Espíritos Emmanuel e André Luiz, psicografado por Chico Xavier e Waldo Vieira, no capítulo 40 da referida obra, intitulado “Socorro Oportuno”, disse:

  • (…) Lembra-te deles, os quase loucos de sofrimento, e trabalha para que a Doutrina Espírita lhes estenda socorro oportuno. Para isso, estudemos Allan Kardec, ao clarão da mensagem de Jesus Cristo, e, seja no exemplo ou na atitude, na ação ou na palavra, recordemos que o Espiritismo nos solicita uma espécie permanente de caridade – a caridade da sua própria divulgação”. (1)

Além disso, pense que os espíritos não tão instruídos podem provocar diversas influências negativas para que você não faça o Evangelho e se afaste dos ensinamentos do Mestre Jesus.

Nesse caso, se conecte com Jesus e reforce seu compromisso, fazendo, com visitas ou não, o Evangelho no seu lar.

Talvez essa visita seja uma oportunidade para que quem chegou esclareça uma dúvida interior e os mentores espirituais dirigiram ao seu lar para facilitar o processo de esclarecimento e ajuda.

Leia também: Suicídio na visão Espírita: Conceito, Consequências e Prevenção

Como fazer Evangelho no Lar (passo a passo)

Evangelho no Lar, Água Fluidificada, Espíritos Amigos da Família, Anjo da Guarda da Família, Culto no lar - Jesus Conversando com discípulos - Conteudo Espírita

  1. Escolha um dia e horário da semana em que a presença de todos os elementos da família, ou a maioria deles, seja possível. Observe rigorosamente o dia e a hora da reunião para facilitar a assistência espiritual.
  2. Coloque sobre a mesa uma garrafa de água para que seja magnetizada pelos mentores espirituais durante a reunião. Prepare pequenos copos para compartilhar a água ao final deste momento de oração.
  3. Comece o encontro com uma oração simples e espontânea, na qual, mais do que as palavras, os sentimentos têm valor, evitando frases decoradas e longas.
  4. Faça a leitura de uma pequena mensagem de uma obra auxiliar.
  5. Faça a leitura metódica e sequencial ou abra ao acaso “O Evangelho segundo o Espiritismo”.
  6. Faça breves comentários sobre o que leu, sempre procurando a essência dos ensinamentos de Jesus, para sua aplicação na vida cotidiana. A reunião pode ser conduzida pelo chefe da casa ou a pessoa com o maior conhecimento doutrinário, quem deve incentivar a participação de todos os presentes, colocando as lições ao alcance do quem tem um menor entendimento.
  7. Faça irradiações em casa, onde o Evangelho está sendo estudado, para os presentes, seus parentes, amigos, etc.
  8. Faça uma oração de encerramento.
  9. Compartilhe a água magnetizada ou fluidificada.

Pronto! Siga esse passo a passo para realizar o culto no lar e certamente sua casa estará abençoada por mais um dia. Mantenha as vibrações de paz na sequência dos acontecimentos e dos dias. Isso vai ajudar manter as vibrações positivas emanadas pelo culto à Jesus e seus ensinamentos de luz eterna.

Leia também: Mediunidade: Tipos, Exemplos, Como Desenvolver e Livros Confiáveis

Sugestões de obras auxiliares

Para ajudar você a escolher os livros que serão utilizados durante o culto do Evangelho no Lar, fizemos uma singela lista com sugestões que podem seguramente ser usadas para a sua reunião de oração. Entendemos que esta lista pode ser amplamente complementada, mas já serve como uma referência:

  • “Vida Feliz” – Autor: Médium: Divaldo Pereira Franco / Ditado por: Joanna de Ângelis.
  • Série Momentos – Autor: Médium: Divaldo Pereira Franco:
    • “Momentos Enriquecedores” / Ditado por: Joanna de Ângelis.
    • “Momentos de Iluminação” / Ditado por: Joanna de Ângelis.
    • “Momentos de Esperança” / Ditado por: Joanna de Ângelis.
    • “Momentos de Felicidade” / Ditado por: Joanna de Ângelis.
    • “Momentos de Harmonia” / Ditado por: Joanna de Ângelis.
    • “Momentos de Meditação” / Ditado por: Joanna de Ângelis.
    • “Momentos de Alegria” / Ditado por: Joanna de Ângelis.
    • “Momentos de Coragem” / Ditado por: Joanna de Ângelis.
    • “Momentos de Renovação” / Ditado por: Diversos Espíritos.

Conclusão: realizar o Evangelho no Lar é uma oportunidade de comungar a fé em Jesus.

Em “O Livro dos Espíritos”, Capítulo II – “Influência Oculta dos Espíritos Sobre os Nossos Pensamentos e as Nossas Ações” está a pergunta número 459, que diz: “Os Espíritos influem sobre os nossos pensamentos e as nossas ações?” Resposta: — “Nesse sentido a sua influência é maior do que supondes, porque muito freqüentemente são eles que vos dirigem.”

Posto esta reflexão, é imperativo conservar nossos pensamentos nas coisas edificantes e para que possamos fazer isso, o recurso do Evangelho no Lar é uma poderosa ferramenta.

Praticar com disciplina o Evangelho no seu lar, fortalecerá sua família para os desafios do mundo atual.

E você? Que dia costuma fazer o culto do Evangelho no lar? Quais são benefícios que você tem percebido dessa prática? Vamos conversar mais sobre isso nos comentários!

2 comentários em “Evangelho no Lar: Como fazer Evangelho no Lar (passo a passo)”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *