Espíritos Protetores: Eles existem? Quem são nossos guardiões?

espíritos protetores

Em O Livro dos Espíritos (Parte Segunda – Capítulo IX – Pergunta 512), descobrimos que podemos ter diversos espíritos protetores.

Como explicam os espíritos na obra, “Todo homem conta sempre com Espíritos, mais ou menos elevados, que com ele simpatizam, que lhe dedicam afeto e por ele se interessam, como também tem junto de si outros que o assistem no mal.

Alguns os chamam de anjos guardiães, anjos da guarda, protetores espirituais e por aí vai.

As diferentes nomenclaturas têm mais a ver com a natureza desses espíritos do que suas funções propriamente ditas.

Neste artigo, você vai entender as distinções e saber quem são os espíritos protetores.

Boa leitura!

Espíritos Protetores: quem são os anjos protetores no Espiritismo?

quem são os anjos protetores no Espiritismo?

A Doutrina Espírita explica que todos nós temos espíritos protetores. Ver em O Livro dos Espíritos – Parte Segunda, Capítulo IX – Perguntas de nº 484 até 521.

Esses espíritos de proteção, geralmente, são parentes e amigos que se ligam a nós por afinidade.

No entanto, também podem ser espíritos que não conhecemos na vida corrente.

Dentre eles, há os guias espirituais e os anjos guardiães.

O guia espiritual se liga a um indivíduo encarnado e o acompanha durante toda a vida na Terra, orientando e auxiliando as suas ações e decisões por aqui.

Assim como o guia espiritual, o anjo guardião também tem o seu protegido.

O anjo da guarda já é um espírito mais evoluído.

Embora todos esses seres pertençam a classes distintas de evolução, eles compartilham a mesma “função”: são espíritos protetores.

O que é um espírito protetor?

Para compreender o papel do espírito protetor, basta se lembrar do significado da palavra proteção: ação de cuidar e promover amparo.

O espírito protetor, portanto, é um espírito desencarnado que nos ajuda em nossa missão terrena.

Devido ao seu progresso moral, ele é capaz de auxiliar também no despertar espiritual do seu protegido.

Os espíritos de luz são seres que percorreram todos os graus da evolução?

espiritos protetor de luz

São chamados de espíritos de luz os seres que têm uma conduta alinhada à bondade, à disciplina e à caridade.

Dessa forma, admitimos que esses espíritos possuem grau de evolução mais elevado.

Entretanto, não significa que eles percorreram todos os níveis.

Para ficar mais claro, vamos fazer jus à escala espírita.

Há três ordens de espíritos: os puros (1ª ordem), os bons (2ª ordem) e os imperfeitos (3ª ordem).

Em cada uma dessas ordens há classes.

Espíritos perturbadores, neutros, pseudossábios, levianos e impuros

Na ordem dos imperfeitos existem cinco classes: os espíritos batedores e perturbadores, os neutros, os pseudossábios, os levianos e os impuros.

Todos eles são espíritos que não têm total compreensão de Deus e não experimentam a felicidade dos bons.

Já na ordem dos bons há quatro classes: os superiores, os de sabedoria, os espíritos sábios e os benevolentes.

Os espíritos dessa ordem compreendem Deus, influenciam positivamente os encarnados e desfrutam da felicidade.

Por fim, a ordem mais elevada, que é composta de apenas uma classe: a dos espíritos puros.

Esses, sim, atingiram o grau máximo da perfeição.

Ou seja, são superiores moral e intelectualmente e vivem em felicidade plena.

Agora, voltando aos espíritos protetores, eles podem pertencer a classes variadas, desde que não sejam espíritos imperfeitos.

Afinal de contas, para ajudar seus protegidos, os espíritos protetores precisam vibrar alto e tomar ações e decisões sábias e repletas de amor.

Qual a diferença de “protetor espiritual”, “espírito familiar” e “espírito simpático”?

espíritos protetores

Em O Livro dos Espíritos, Kardec esclarece a diferença entre os espíritos.

Segundo a explicação do codificador da Doutrina Espírita, o protetor espiritual é alguém de natureza superior que se liga ao indivíduo para ajudá-lo a progredir.

O espírito familiar, por sua vez, se une por laços mais duráveis.

E os espíritos simpáticos são aqueles que se atraem pela sintonia, seja por gostos ou sentimentos semelhantes.

Vale lembrar que essa conexão por simpatia pode ocorrer tanto para o bem como para o mal.

Como saber qual é o meu espírito protetor?

Se você vive perguntando “como saber se um espírito me acompanha“, saiba que há formas de sentir e conhecer os espíritos que te protegem.

Isso porque todos nós temos potencial de se conectar com o mundo espiritual.

No entanto, há formas diferentes de fazer isso.

Há pessoas que têm a habilidade de ver espíritos.

Outros, por sua vez, escutam as vozes dos espíritos.

Em graus menos elevados de mediunidade, os encarnados podem ter apenas sensações, como arrepios e sentir odores sem local definido.

Tem ainda a intuição, cujos pressentimentos parecem não haver explicação.

Seja qual for o meio, após se comunicar com o seu espírito protetor, pergunte a ele sobre a sua identidade. A revelação pode acontecer ou não.

Tudo vai depender dos planos e desejos da espiritualidade, bem como do merecimento do encarnado ou mérito do da revelação.

Qual a missão do Espírito protetor?

missão espirito protetor

O espírito protetor tem a missão de guiar o seu protegido pela senda do bem, assim como um pai faz com os seus filhos.

Essa definição está descrita em O Livro dos Espíritos, Parte Segunda – Capítulo IX, Pergunta de nº 491.

O que fazem os espíritos protetores?

Para ajudar seus protegidos no caminho da evolução, os espíritos protetores dão conselhos, consolo durante as aflições e ânimo para as provas da vida.

Como conversar com meu espírito protetor?

Como conversar com meu espírito protetor?

Para conversar com o seu espírito protetor é preciso se sintonizar com ele. Os espíritos protetores são seres do bem, dessa forma, você precisa manter uma faixa vibracional alta.

Para tanto, é necessário adotar hábitos positivos, além de conseguir se conectar com o seu eu interior. A meditação, por exemplo, é uma técnica que ajuda nesse sentido.

Ao permanecer em silêncio, você pode sentir que está em harmonia com seu protetor. Quando isso acontecer, dirija mensagens a ele, seja em voz alta ou pensamento.

Além disso, mesmo em momentos diversos do dia, você pode ouvir os conselhos dos espíritos que te protegem.

Basta se manter aberto à comunicação.

Vídeo sobre espíritos protetores

Os espíritos protetores são tema de palestras espíritas.

A seguir, listamos duas delas para você assistir:

Anjos Protetores por Divaldo Franco

Neste vídeo, do programa Transição, veiculado pela Casa Espírita Seara de Luz, o médium Divaldo Franco fala sobre o papel dos anjos protetores.

Veja o vídeo:

Os anjos guardiães por Raul Teixeira

Os anjos guardiães também foram assunto da palestra ministrada pelo médium Raul Teixeira no programa Vida e Valores, produzido pela Federação Espírita do Paraná.

Veja o vídeo:

Prece espírita para proteção

Você pode ainda pedir e agradecer pela proteção concedida fazendo uma oração aos bons espíritos.

Em O Evangelho Segundo o Espiritismo, Allan Kardec reúne três preces dedicadas aos anjos guardiões e espíritos protetores.

São elas:

1. Prece aos espíritos esclarecidos e benevolentes

“Espíritos esclarecidos e benevolentes, mensageiros de Deus, que tendes por missão assistir os homens e conduzi-los pelo bom caminho, sustentai-me nas provas desta vida; dai-me a força de suportá-las sem queixumes; livrai-me dos maus pensamentos e fazei que eu não dê entrada a nenhum mau Espírito que queira induzir-me ao mal.

Esclarecei a minha consciência com relação aos meus defeitos e tirai-me de sobre os olhos o véu do orgulho, capaz de impedir que eu os perceba e os confesse a mim mesmo.

A ti, sobretudo, N…, meu anjo guardião, que mais particularmente velas por mim, e a todos vós, Espíritos protetores, que por mim vos interessais, peço fazerdes que me torne digno da vossa proteção. Conheceis as minhas necessidades; sejam elas atendidas, segundo a vontade de Deus.”

2. Prece aos bons espíritos

“Meu Deus, permite que os bons Espíritos que me cercam venham em meu auxílio, quando me achar em sofrimento, e que me sustentem se desfalecer.

Faze, Senhor, que eles me incutam fé, esperança e caridade; que sejam para mim um amparo, uma inspiração e um testemunho da tua misericórdia.

Faze, enfim, que neles encontre eu a força que me falta nas provas da vida e, para resistir às inspirações do mal, a fé que salva e o amor que consola.”

3. Prece aos espíritos bem-amados

“Espíritos bem-amados, anjos guardiães que, com a permissão de Deus, pela sua infinita misericórdia, velais sobre os homens, sede nossos protetores nas provas da vida terrena.

Dai-nos força, coragem e resignação; inspirai-nos tudo o que é bom, detende-nos no declive do mal; que a vossa bondosa influência nos penetre a alma; fazei sintamos que um amigo devotado está ao nosso lado, que vê os nossos sofrimentos e partilha das nossas alegrias.

E tu, meu bom anjo, não me abandones. Necessito de toda a tua proteção, para suportar com fé e amor as provas que praza a Deus enviar-me.”

Conclusão

espíritos protetores

Como vimos neste artigo, todos nós temos espíritos protetores que nos acompanham.

Eles podem pertencer a classes de evolução diversas dentre as ordens que abrigam os espíritos bons, o que interfere em sua natureza.

Entretanto, ainda que às suas maneiras, todos eles estão nos ajudando em nossa missão terrena, promovendo conselhos, consolo e ânimo para as provas da vida.

Ainda que as vicissitudes possam ser desafiadoras e duras, temos a certeza de que há bons espíritos olhando por nós.

Gostou deste conteúdo sobre espíritos protetores? Então, aproveite o espaço ao final do texto para escrever o seu comentário.

Tem outro tema que gostaria de ver por aqui? Faça uma sugestão de assunto para a nossa equipe pelo formulário de contato.

2 comentários em “Espíritos Protetores: Eles existem? Quem são nossos guardiões?”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *