Planejamento reencarnatório: o que é e como é feito?

Muita gente não sabe, mas, antes de reencarnar, o Espírito passa por um planejamento reencarnatório.

Ou seja, há toda uma preparação para que ele volte à Terra em um novo corpo.

Tudo isso tem relação direta com as condições e acontecimentos da nova encarnação.

Quer saber mais sobre o assunto?

É só avançar no conteúdo!

Retorno à vida corporal: o planejamento reencarnatório

Segundo Allan Kardec em O Evangelho Segundo o Espiritismo, “o Espiritismo é a ciência nova que vem revelar aos homens, por meio de provas irrecusáveis, a existência e a natureza do mundo espiritual e as suas relações com o mundo corpóreo.”

Ou seja, o Espiritismo é uma corrente filosófica que tem como premissa a crença nos Espíritos.

A doutrina se baseia em cinco princípios essenciais: existência de Deus; existência e a imortalidade da alma; pluralidade das existências; pluralidade dos mundos habitados; e comunicabilidade dos Espíritos.

Para os espíritas, portanto, a vida não acaba após a morte. A alma sobrevive ao perecimento da carne.

Além disso, de acordo com o Espiritismo, o Espírito retorna à vida corporal, ainda que em outro corpo.

Para essa volta ao mundo físico, o Espírito passa por uma preparação, que recebe o nome de planejamento reencarnatório.

Leia também:

Reencarnação: o que é?

Para compreender o planejamento reencarnatório, antes, é preciso ter clareza sobre o que é a reencarnação.

A palavra logo entrega o sentido.

Reencarnação significa “entrar de novo na carne”.

Isto é, o Espírito (ou alma, como preferir chamar) retorna ao plano físico utilizando um novo corpo como instrumento.

A reencarnação representa a chance de o Espírito continuar progredindo.

Sendo assim, ele pode reencarnar diversas vezes, de acordo com o seu grau de adiantamento.

Além do mais, a Terra não é o único lugar para onde ele pode retornar.

Há outros mundos a serem habitados.

Leia também:

Como é feito o planejamento reencarnatório dos Espíritos imperfeitos?

Se você está vivendo na Terra, logo, é um Espírito imperfeito, ainda que o seu ego possa impedi-lo de aceitar essa classificação.

A verdade é que o nosso planeta é um mundo de provas e expiações, e a passagem por aqui é necessária para que possamos corrigir nossas imperfeições e evoluir espiritualmente.

As provas são os desafios a que somos submetidos, e as expiações representam os “castigos” pelos desvios cometidos.

Cada indivíduo tem as suas próprias provas a suportar, e elas são escolhidas de acordo com o progresso que precisa ser feito.

Assim, quando o Espírito planeja reencarnar, ele concorda com as provas que fazem parte da sua missão.

Não se trata, portanto, de uma imposição divina, mas, sim, de um comum acordo entre as partes.

Leia também:

Planejamento reencarnatório de Segismundo

Uma das histórias mais conhecidas sobre planejamento reencarnatório na literatura espírita é a de Segismundo.

Ele é um dos personagens do livro Missionários da Luz, pelo Espírito André Luiz e psicografia de Chico Xavier.

Além dele, o casal Raquel e Adelino também fazem parte do enredo.

Segismundo, ao se apaixonar perdidamente por Raquel, cometeu um atentado fatal contra a vida de Adelino.

Raquel, então viúva, vai parar em um prostíbulo.

Por esses fatos, todos os três desencarnaram em vibração de ódio e desespero, permanecendo em zonas inferiores por um longo período.

Após serem resgatados e levados para um plano espiritual mais elevado, Raquel e Adelino aceitam voltar à vida carnal como casal e receber Segismundo como seu filho.

O livro narra toda a preparação de Segismundo e a ação dos seres de luz para o Espírito dele retornar à carne.

Leia também:

Planejamento reencarnatório: palestra espírita

O planejamento reencarnatório é frequentemente abordado em palestras espíritas.

Uma rápida busca pelo termo no YouTube retorna dezenas de resultados com vídeos de expoentes do Espiritismo.

Um deles é o de Divaldo Franco, um dos maiores médiuns e palestrantes espíritas do Brasil.

Confira abaixo a palestra em que ele fala sobre a programação da vida:

Leia também:

Como saber meu plano reencarnatório?

Diante de todas essas explicações, é natural ter curiosidade sobre a missão estabelecida em seu plano reencarnatório.

Apesar disso, quando reencarnamos, não trazemos conosco as lembranças de outras vidas e, tampouco, do mundo espiritual.

Mas o fato é que todos nós temos um plano para a atual reencarnação e devemos nos atentar aos sinais para reconhecê-lo.

Fazer uma reforma íntima é uma das formas de refletir sobre a nossa vida na Terra.

Esse autoconhecimento espiritual nos permite identificar medos, angústias, desejos e sentimentos.

Também auxilia na análise das nossas relações e da trajetória percorrida, além de estimular a descoberta de oportunidades.

A reforma íntima nos faz enxergar o que não conseguimos ver, e a resposta para saber se o seu plano reencarnatório está sendo seguido pode ser encontrada nesse processo de recolhimento e reflexão.

Leia também:

Planejamento e o livre-arbítrio: a importância das suas escolhas

Para entender a relação entre planejamento reencarnatório e livre-arbítrio, vamos acompanhar duas questões de O Livro dos Espíritos, de Allan Kardec:

(Pergunta 843) Tem o homem o livre-arbítrio de seus atos?

Resposta: “Pois que tem a liberdade de pensar, tem igualmente a de obrar. Sem o livre-arbítrio, o homem seria máquina.”

(Pergunta 844) Do livre-arbítrio goza o homem desde o seu nascimento?

Resposta: “Há liberdade de agir, desde que haja vontade de fazê-lo. Nas primeiras fases da vida, quase nula é a liberdade, que se desenvolve e muda de objeto com o desenvolvimento das faculdades. Estando seus pensamentos em concordância com o que a sua idade reclama, a criança aplica o seu livre-arbítrio àquilo que lhe é necessário.”

O livre-arbítrio, portanto, é a nossa capacidade de escolha autônoma, que pode ser usada tanto para decisões boas quanto para ruins.

Todos os nossos atos são julgados pela justiça divina.

Se não nos redimimos pelos erros nessa encarnação atual, nosso Espírito carrega o fardo.

Esse fardo pode ser a razão das circunstâncias estabelecidas no planejamento reencarnatório.

Mas o livre-arbítrio também pode ser usado a nosso favor.

Além de corrigir as imperfeições impostas na nova encarnação, há como superar as expectativas.

Basta andar no caminho do bem.

Leia também:

Reencarnação compulsória

Na história de Segismundo, a oportunidade de voltar como filho do casal ao qual fez sofrer na vida passada é fruto de merecimento.

Segismundo se redimiu de seus erros e trabalhou no plano espiritual para conquistar a chance de se resolver consigo mesmo e com seus antigos algozes.

Mas nem sempre é assim que acontece.

Em alguns casos, a reencarnação é processada sem a concordância prévia do Espírito.

Esse tipo é chamado de reencarnação compulsória.

A reencarnação compulsória é uma saída para Espíritos pouco evoluídos, que ainda são muito apegados à matéria e, mesmo no plano astral, não desenvolveram a consciência espiritual.

Dessa forma, como o Espírito não é capaz de planejar a sua reencarnação, são os guias e mentores que se encarregam do plano.

Leia também:

Trechos de livros sobre Planejamento Reencarnatório

A reencarnação é um tema bastante comum nas obras espíritas.

Chico Xavier sempre abordou o assunto em seus livros.

Ele também retratou o planejamento reencarnatório em alguns deles.

Confira a seguir dois trechos de suas obras:

Ação e Reação

“Nossa amiga, que amoleceu a fibra da responsabilidade moral no excesso de reconforto, voltará à reencarnação em círculo paupérrimo, recebendo aí, quando novamente mulher jovem, então desprotegida, o filho que ela própria complicou nas antigas fantasias de mulher fútil e rica. Ser-lhe-á, na carência de recursos econômicos, a inspiradora de heroísmo e coragem, regenerando-lhe a visão da vida e purificando-lhe as energias na forja da dificuldade e do sofrimento.”

Missionários da Luz

“Segismundo, presentemente – prosseguiu o outro –, voltará ao rio da vida física. A situação assim o exige e não devemos perder a oportunidade de encaminhá-lo ao necessário resgate. Segundo está informado, Raquel, a pobre criatura que ele desviou, em nossa época de laços afetivos mais fortes, e Adelino, o infeliz marido que o nosso irmão assassinou em lamentável competição Francisco Cândido Xavier – Missionários da Luz – pelo Espírito André Luiz 153 armada, já se encontram na Crosta desde muito e, há quatro anos, religaram-se nos elos do matrimônio. Tudo está preparado a fim de que Segismundo regresse à companhia da vítima e do inimigo do pretérito, no sentido de santificar o coração. Será ele, de conformidade com a permissão de nossos Maiores, o segundo filhinho do casal.

Planejamento Reencarnatório. como decidimos nossa futura existência?

Bem, a essa altura, você já sabe que a reencarnação é planejada.

Nesse sentido, o Espírito prestes a reencarnar, dependendo da sua condição no plano espiritual, pode escolher suas provas, conforme resposta dos Espíritos para a pergunta de Kardec em O Livro dos Espíritos:

(Pergunta 264) Que é o que dirige o Espírito na escolha das provas que queira sofrer?

Resposta: “Ele escolhe, de acordo com a natureza de suas faltas, as que o levem à expiação destas e a progredir mais depressa. Uns, portanto, impõem a si mesmos uma vida de misérias e privações, objetivando suportá-las com coragem; outros preferem experimentar as tentações da riqueza e do poder, muito mais perigosas, pelos abusos e má aplicação a que podem dar lugar, pelas paixões inferiores que uma e outros desenvolvem; muitos, finalmente, se decidem a experimentar suas forças nas lutas que terão de sustentar em contato com o vício.”

Leia também:

Conclusão

Como vimos neste conteúdo, após a morte da matéria, o Espírito retorna para o plano espiritual e, em uma próxima oportunidade, utiliza a carne novamente como instrumento para continuar seu progresso no mundo físico.

E, como toda criação do universo e as leis de Deus, a reencarnação também é perfeita.

Antes de voltar à Terra, o Espírito passa por um planejamento reencarnatório.

Nele, são decididas as caraterísticas e provas da sua nova vida.

 

Gostou deste conteúdo sobre planejamento reencarnatório? Então, aproveite o espaço ao final do texto para escrever o seu comentário.

Se ficou com alguma dúvida, entre em contato conosco.

E, ainda, se quiser ver outro tema sendo abordado por aqui, faça uma sugestão de assunto para a nossa equipe pelo formulário de contato.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *